Posts

Showing posts from October 18, 2009

Thomas McLellan (ONDCP) fala a Veja

Image
www.marisafelicissimo.net

O título da entrevista é "O perigo é ser disponível", mas bem que podia ser: "Drogas lícitas podem ser mais perigosas que as ilícitas". Leia a entrevista abaixo e os (meus comentários).


O psicólogo americano Thomas McLellan, um dos mais respeitados pesquisadores do mundo no tratamento de dependentes químicos, assumiu neste ano o cargo de diretor adjunto do Escritório Nacional de Políticas de Controle de Drogas do governo americano. De Washington, ele falou a VEJA sobre os riscos do uso "recreativo" de remédios misturado ao de drogas ilegais (e também legais). Para McLellan, não há uma droga que seja uma "porta de entrada" para o vício. "Os adolescentes usam o que está mais disponível."

As drogas sintéticas podem viciar?
Todas as drogas sintéticas podem viciar, mas nem todas têm o mesmo potencial nesse sentido. Embora as razões não estejam claras, a maior parte das pessoas não se vicia em alucinógenos como ecstasy …

Ethan Nadelmann bastante otimista

Image
A Newsweek desta semana reconta o percurso de Ethan Nadelmann: de professor em Pinceton a um dos principais defensores da legalização das drogas à frente da Drug Policy Alliance.

Nesta reportagem Ethan compara o movimento de reforma das políticas de drogas, em 2009, ao movimento gay, na década de 60 (nos EUA). Diz ser esta, uma cruzada pelos direitos e liberdades civis: desde que não estejam causando danos a outros, o estado não pode ditar o que as pessoas podem ou não podem fazer com seus corpos. Nadelmann também tomou a estratégia política dos proponentes do casamento gay, trabalhando estado por estado, esperando que eventualmente o governo federal entre no esquema. "O último local para ações neste assunto é a Casa Branca", diz Nadelmann. "Este assunto tem que bombar na cultura popular, a nível estadual, em petições e reformas legislativas. Hoje, 40% do público é a favor de tratar a maconha como o álcool e o tabaco (20% pensava isso em 1980)". Nadelmann estima que…