Aug 13, 2009

"Saúde é prioridade" - UNODC no facebook.

A página do escritório de drogas e crime das Nações Unidas (UNODC) destacou hoje a frase "Health is a Priority", sem maiores explicações.

Talvez Costa e seus colegas estejam querendo se redimir afinal e melhorar sua imagem pelo menos junto à rede social do facebook.
O mais interessante é que os comentários foram todos no mesmo sentido: "é verdade?", "é realmente verdade?".
É Sr. Costa, acho que será necessário mais que uma frase de efeito e um discurso favorável à descriminalização do usuário no lançamento do World Drug Report para convencer o público.

O UNODC tem usado o facebook para difundir suas ações contra o narcotráfico e tráfico de pessoas, além de divulgar suas campanhas contra o uso de drogas, especialmente direcionadas para os adolescentes.

No vídeo deste ano a frase de impacto é: "Faça da Saúde a sua moda-não as drogas". Como se o motivo que leva os jovens a usarem drogas ao ponto de parecerem zumbis (como no vídeo), fosse apenas uma questão de moda. Acho que o UNODC ainda têm muito o que aprender sobre saúde e doença, antes de sair por aí ensinado aos outros.

Podia começar inclusive com seus próprios textos. No documento de 1999 "Youth and Drugs: A Global Overview" afirmam: "...táticas de amedrontamento, usadas em alguns materiais informativos, não servem ao propósito e ao contrário reduzem, significativamente, a confiança dos jovens nos conselhos dos adultos e em alguns casos até encoraja comportamentos de risco." (E/CN.7/1999/8, para 65.f). Como bem ressaltou o blog HR2.

Agora em 2009, parecem ter esquecido suas próprias afirmações e lançaram este vídeo para a campanha do dia anti-drogas (26 de junho).




Aug 10, 2009

PT vai propor nova lei de drogas.

Na conferência promovida pela ONG Argentina Intercambios, em Buenos Aires, o deputado federal do PT, Paulo Teixeira, fala sobre o projeto de lei que será apresentado em setembro, que propõe mudanças na lei de drogas. "O plano conterá a descriminalização do consumo, penas alternativas para o tráfico de drogas leves, a inclusão da estratégia de redução de danos e a autorização de pequenos cultivos de maconha e comercialização de quantidades reduzidas."

G1 Mundo - 07/08/09
Deputado Paulo Teixeira afirma que lei antidrogas prejudica usuários

Buenos Aires, 7 ago (EFE).- O deputado Paulo Teixeira (PT-SP) afirmou que a lei antidrogas em vigor no Brasil "aumenta o dano aos usuários, porque nas prisões eles entram no crime organizado", durante uma conferência regional sobre drogas que foi fechada hoje em Buenos Aires.

O parlamentar, autor da primeira norma de "redução de danos" do consumo de drogas no Brasil, apresentou um estudo que afirma que 84% dos sentenciados entre 2006 e 2008 por posse de drogas no país não portavam armas e que 50% dos condenados por tráfico de maconha tinha em seu poder menos de 100 gramas da erva.

Teixeira antecipou que o PT apresentará em setembro um projeto de lei que passará a "um modelo democrático" no tema das drogas.

O plano conterá a descriminalização do consumo, penas alternativas para o tráfico de drogas leves, a inclusão da estratégia de redução de danos e a autorização de pequenos cultivos de maconha e comercialização de quantidades reduzidas.

Na conferência os participantes afirmaram que a luta contra o tráfico de drogas "não alcançou sua meta", já que Bolívia, Peru e Colômbia, que em conjunto produzem a totalidade da cocaína mundial, "não conseguiram em dez anos reduzir os hectares cultivados".

A conferência, que aconteceu na sede do Parlamento argentino e foi patrocinada pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), contou com o auspício das embaixadas do Reino Unido e da Holanda em Buenos Aires, assim como da associação Iniciativa Latino-Americana sobre Drogas e Democracia. EFE

House of Cards - Any resemblance to reality is NOT pure coincidence.

Underwood's speech in House of Cards shows astonishing resemblance to Bush's address to the Congress in 2001 when the War on Terror...